Dicas para cuidar de idosos acamados


01 de Novembro, 2019
c d i

O idoso acamado necessita de uma série de cuidados especiais para evitar o surgimento de escaras e lesões na pele, edema nos membros inferiores, desnutrição, infecções, entre outros.

Prevenção do surgimento de escaras e lesões na pele:

  • Mudar o idoso de posição a cada duas horas. Muito cuidado ao muda-lo de posição, se você deslocar o corpo abruptamente de deitado para sentado ou de sentado para de pé, a pressão arterial pode cair e o idoso pode desmaiar.
  • Utilizar um colchão “casca de ovo”, aumentando a superfície de contato, diminuindo assim a pressão que é exercida na pele do idoso.
  • Deixar a pele do idoso sempre bem hidratada, usar creme hidratante após o banho, pois a pele muito fina e ressecada predispõe a lesões.

Para evitar edema nos membros inferiores:

  • Quando o idoso estiver deitado, elevar as pernas acima do nível do coração, pode-se utilizar travesseiros ou um trapézio de almofada.
  • Estimular o idoso a movimentar as pernas várias vezes ao dia, a contração muscular favorece o retorno venoso.
  • Estimular o idoso a andar, ofereça o apoio necessário, poucos passos por dia são suficientes. Isto se ele estiver em condições clínicas e físicas para este tipo de atividade é claro.

Cuidados na Higiene:

  • Muitos idosos necessitam de fraldas geriátricas, assim que detectar que ele urinou, troque a fralda e limpe a pele.
  • A maioria dos cuidadores, preferem dar o banho assim que o idoso acorda, isto não precisa ser assim, neste momento geralmente o clima está mais frio e o corpo do idoso mais rígido. O banho pode ser no momento em que o idoso está mais alerta, assim ele pode participar mais da atividade.
  • Segurança em primeiro lugar na hora do banho. Se necessário utilize cadeira de banho ou realize o banho no leito.


SAUTEC Instituto